Mocidade Independente demite mestre-sala e porta-bandeira

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola de samba Mocidade Independente de Padre Miguel, Babi e Tuninho, foram demitidos hoje pela direção da escola. Segundo o presidente de honra, Paulo Nascimento, houve uma troca, mas ainda não está definido quem vai substitui-los. "Para sair na Mocidade é preciso ser bom, gostar da escola e se dedicar aos ensaios", disse Nascimento. "Não é que eles não fizessem isso. Esta troca é normal". Babi e Tuninho estavam na Mocidade desde o ano passado. Além deles, também o carnavalesco Joãosinho Trinta está deixando a escola de samba Acadêmicos de Grande Rio. A diretoria da Grande Rio ainda não chegou ao Sambódromo, pois está reunida para fazer uma declaração sobre a saída de Joãosinho, que fez seus três últimos carnavais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.