Modernos agora participam da festa de Barretos

Estilistas do São Paulo Fashion Week fazem roupas para desfile beneficente na Festa do Peão de Boiadeiro

Valéria França, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2013 | 00h00

A Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos (SP) vai realizar este ano uma grande proeza: misturar dois públicos que a princípio nunca se misturam. Na próxima sexta-feira, segundo dia da festa, um ônibus cheio de figurinhas modernas, ou seja, estilistas, DJs, modelos esquálidas e celebridades, chega a Barretos para um desfile em benefício ao Hospital do Câncer de Barretos, que ocorrerá durante uma rave. É isso mesmo. No meio da maior concentração de amantes da música sertaneja e do visual chapéu e botas, a 52ª Festa do Peão de Barretos, será montada no palco do rodeio uma megatenda de música eletrônica para 2 mil convidados. Batizada de Somos Todos Iguais, a rave transformou-se na grande atração da festa. Até as rádio locais estão dando mais destaque para os modernos do que para as atrações típicas de Barretos, como os rodeios e os desafios. Um dos mais respeitados nomes da house music, Felipe Venâncio, o mesmo que anima festas badaladas em Saint-Tropez, Sardenha e Ibiza, comanda a festa. A grande alavanca do sucesso dessa noite especial, no entanto, são os estilistas convidados, um grupo formado, na maior parte, por nomes famosos que costumeiramente brilham nas passarelas do São Paulo Fashion Week - entre eles, Ricardo Almeida, Alexandre Herchcovitch, Clô Orozco (da marca Huis Clos). EVENTO REPAGINADO"É a primeira vez que isso acontece em Barretos", diz Marcelo Murta, coordenador do departamento de comunicação do evento. "Chamar os estilistas do Fashion Week é uma forma de quebrar paradigmas. É o que faltava para a festa." Nos últimos anos, o evento ganhou megaestrutura e um público de 150 mil pessoas por dia, transformando-se assim numa festa muito popular. Atrair os fashionistas, mesmo para um desfile beneficente, é uma tentativa de repaginar a festa. Muitos dos fashionistas nunca foram a Barretos. Poucos são afeitos à moda country. Mas a maioria aceitou o convite de produzir roupas que serão leiloadas em favor do Hospital do Câncer de Barretos. "O lance mínimo será de R$ 1 mil reais", diz Henrique Prata, diretor do hospital, que atende por dia 2,2 mil pacientes e mantém campanhas de prevenção ao câncer em sete estados do País. Para atrair ainda mais o público, celebridades, como a apresentadora Ana Maria Braga e o ator Rodrigo Faro, desfilam os modelitos fashions na passarela de Barretos. "Nunca fui à Festa do Peão, mas tenho curiosidade de ver como é. Deve ser divertido", diz Igor de Barros, de 27 anos, estilista da V.Rom, grife de street wear, que participou do último SPFW. Como os demais estilistas, ele recebeu da organização do evento um pedaço de couro preto e marrom para trabalhar em cima. Ele criou uma calça e uma camisa de lã fina, na cor chumbo, com detalhes em patchwork de couro (nas cores preto, marrom e dourado) na gola, punho e lapela. "O modelo segue a tendência da marca e faz referência aos uniformes militares." Especialista em alfaiataria, Ricardo Almeida veste políticos, artistas e empresários, como o senador Eduardo Suplicy e o empresário João Paulo Diniz. "Não criei nada caricato, com franjas, por exemplo", diz Almeida. "Confeccionei um blazer de couro escuro, rústico e resistente o suficiente para agüentar o tranco de um ambiente mais rústico."O modelo poderia muito bem ser vendido na loja do estilista."Todos os estilistas trabalharam gratuitamente para o desfile. "Não ganhamos nada. Foi um jeito que encontramos para ajudar uma boa causa. É nossa obrigação", diz Isabella Giobbi. Ela contribuiu com um top de couro, no estilo cafta, segundo ela, esvoaçante, com detalhes em seda e renda francesa de algodão. "Torço para que minha roupa alcance lances bem elevados. O hospital merece."CULTURAClô Orozco surpreendeu ao fazer uma peça muito refinada para Barretos. É um quimono de chamois (um couro bem fino e molinho), com pespontos aparentes. No lugar de uma faixa na cintura, um botão de couro. "Queremos mostrar que a Festa do Peão de Boiadeiro não é uma feira rural", diz Murta. "É também um evento beneficente, moderno e cultural." O parque recebeu um investimento de quase R$ 1 milhão para instalar rede wireless e telões . A festa, que vai de 16 a 26 de agosto, ainda faz ainda uma homenagem aos 100 anos do arquiteto Oscar Niemeyer. O estádio de Rodeio de Barretos está entre os 600 trabalhos do autor. Quem for ao evento verá uma exposição fotográfica com as obras mais importantes da carreira do arquiteto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.