Daniel Carvalho/MN - 22/12/2009
Daniel Carvalho/MN - 22/12/2009

Mogi-Bertioga pode não ficar pronta para o réveillon

Pista deve permanecer fechada até que as obras emergenciais de contenção de encostas sejam concluídas

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

25 de dezembro de 2009 | 03h49

Somente na próxima segunda-feira, 28, os usuários da Rodovia Mogi-Bertioga poderão saber se contarão ou não com a estrada para seguirem viagem rumo ao litoral antes do réveillon. A rodovia segue bloqueada desde o último dia 8 na altura do quilômetro 89 após uma queda de barreira. Um trecho de quase 200 metros da rodovia foi tomado por barro, pedra e vegetação. Por enquanto, a alternativa vem sendo o Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), ampliando o trajeto em cerca de 100 quilômetros.

 

Na segunda-feira, a Secretaria dos Transportes fará um balanço da evolução das obras de contenção de barreira para avaliar se é possível a liberação da estrada, de forma controlada, antes do final deste ano, desde que as condições climáticas e de segurança sejam favoráveis. O governador José Serra vistoriou na tarde desta quinta-feira, 24, as obras emergenciais que estão sendo realizadas pelo Departamento de Estradas e Rodagem (DER). O secretário dos Transportes, Mauro Arce, acompanhou a vistoria.

 

"Estamos atuando com responsabilidade e trabalhando muito para resolver esse problema e fazer a liberação no prazo mais curto possível", afirmou Serra. O DER contratou a empresa Falcão Bauer - Centro Tecnológico de Controle e Qualidade para fazer uma vistoria técnica no trecho de serra da rodovia. No km 89,1, está sendo construído um muro de contenção para garantir a proteção da estrada contra novos deslizamentos.

 

A obra deve ser concluída em 30 de dezembro. Já no km 88,9, a solução adotada é a construção de um muro de contenção semelhante ao anterior e a instalação de uma tela de aço estendida sobre o talude para controlar a queda de pedras, como forma de garantir a segurança operacional da rodovia. Esta obra está sendo iniciada imediatamente. Por recomendação da Falcão Bauer, a pista deve permanecer fechada até que as obras emergenciais de contenção e proteção sejam concluídas.

Tudo o que sabemos sobre:
Mogi-Bertiogabarreirainterdição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.