Mogi Mirim reduz iluminação por causa da queda de ICMS

A iluminação pública de Mogi Mirim ficará 25% menor até o final deste mês. A prefeitura está promovendo um ?apagão? nos postes da cidade para economizar recursos. Dos 10,8 mil pontos de iluminação, 2,7 mil serão desligados e permanecerão sem luz pelo período de um ano, conforme decreto municipal. As medidas de contenção de verbas foram tomadas porque houve redução no repasse do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a cidade, conforme a Assessoria de Imprensa da prefeitura. Com a redução da iluminação pública, a administração pretende deixar de pagar R$ 30 mil por mês, R$ 360 mil em um ano, à concessionária Elektro, que recebeu R$ 19,9 mil para desligar e posteriormente religar os postes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.