Monomotor da Embraer continua desaparecido no MT

Continua desaparecido o monomotor Embraer modelo 710 prefixo PT-NRT no Estado do Mato Grosso. A aeronave pertence ao empresário Josemar Petrosk, mas era pilotada por Cleverson de Souza. Entretanto, há indícios de que outras duas pessoas poderiam estar à bordo. O avião decolou no domingo pela manhã de Tangará da Serra e tinha a cidade de Sinop, em Cuiabá, como destino. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), na terça, as buscas tiveram de ser suspensas devidos às condições ruins do tempo na região em que o monomotor está desaparecido. A operação foi retomada na manhã desta quarta-feira, 17, com auxílio de um avião Bandeirante e um helicóptero. O empresário acionou o Salvaero, central de comunicação da FAB para busca e salvamento de aviões, apenas na segunda à tarde. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou à Agência Estado que essa aeronave estava interditada e não poderia voar. Segundo a Anac, o monomotor estava com o certificado de aeronavegabilidade suspenso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.