''Monstro de Rio Claro'' é condenado a 38 anos

A Justiça de Rio Claro (a 175 quilômetros de São Paulo) condenou ontem a 38 anos de prisão o andarilho Laerte Patrocínio Orpinelli, 56 anos, que ficou conhecido após sua prisão, em janeiro de 2000, como o "Monstro de Rio Claro". Orpinelli foi condenado por duplo homicídio dos primos José Fernando de Oliveira, de 9 anos, e Marina Pereira Barbosa, de 10, e atentado violento ao pudor contra a menina. Os crimes ocorreram em 1990.

O Estadao de S.Paulo

17 Outubro 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.