Montanhista morre em acidente no Vale do Paraíba

O físico Leonardo Donoha, de 35 anos, morreu, na noite de ontem, quando praticava montanhismo na cidade de São Bento do Sapucaí, ao lado de Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba, interior do Estado de São Paulo. Donora e seu amigo, o arquiteto Silvio dos Santos Jr., de 29 anos, escalavam uma pedra conchecida como "Ana Chata", ao lado de uma maior, chamada pelos moradores locais de "Pedra do Baú". Ainda não se sabe os detalhes, mas, segundo o arquiteto, que estava longe do colega, a corda de Leonardo teria arrebentado e ele despencado de uma altura de 30 metros.Já o montanhista Márcio Bruno Oliveira, que se identificou como amigo de Leonardo Donoha, afirmou que o físico caiu ao tentar ?um movimento arriscado? e não por causa de uma falha no equipamento. Oliveira contou que Donoha foi socorrido, antes da chegada dos bombeiros, por Eliseu Frechou, que estava com o grupo.Homens do 11º Grupamento dos Bombeiros, de Campos dos Jordão, foram acionados, e socorreram os alpinistas por volta da 1h00 deste domingo. O corpo de Leonardo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Taubaté, para a realização da necropsia. Silvio dos Santos Jr. nada sofreu; apenas ficou em estado de choque e pouco conseguiu falar sobre o ocorrido aos policiais. O caso foi registrado na Delegacia de São Bento do Sapucaí pelo delegado João Jacob. O delegado lavrou um boletim de ocorrência de acidente de queda seguido de morte, a esclarecer. O rapaz morto possuia um escritório na Rua Sete de Abril, no centro da capital paulista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.