Montes Claros-MG registra três tremores de terra nesta segunda

Cerca de 300 chamadas em função dos abalos foram recebidas pelos bombeiros

Solange Spigliatti, estadão.com.br

02 Abril 2012 | 11h34

SÃO PAULO, 2 - Os moradores de Montes Claros, em Minas Gerais, ficaram assustados na madrugada desta segunda-feira, 2, em consequência de três tremores de terra registrados na cidade, segundo o Corpo de Bombeiros.

Cerca de 300 chamadas em função dos abalos foram recebidas pelos bombeiros. Apesar do susto, não houve danos matérias e ninguém ficou ferido. Os tremores foram sentidos à 1h50, às 2h20 e às 4h20.

De acordo com Observatório Sismológico (Obsis) da Universidade de Brasília, que não recebeu os dados da estação responsável em detectar os abalos sísmicos, foi feita uma estimativa sobre a magnitude dos tremores, baseados nos abalos registrados nos últimos anos. Segundo o pesquisador Lucas Vieira Barros, chefe do Obsis, a falta de dados não permitiu registrar precisamente a magnitude dos três abalos. A estimativa é a de que os tremores atingiram 3,0 na escala Richter.

De acordo com o pesquisador, as medições de tremores no norte de Minas são feitas na estação de Caraíbas, instalada próxima a Montes Claros, que é capaz de detectar abalos acima de 1 da escala Richter, e controlada pela Obsis.

"Os dados são enviados por uma empresa terceirizada, a Rural Web, que foi contratada para cuidar da estação e para enviar para a Obsis os dados registrados, ao custo de cerca de R$ 500 mensais", afirma o pesquisador.

Segundo ele, por falta de pagamento, a prestadora de serviços cortou o envio dos dados coletados pela estação Caraíbas. "A estação com certeza registrou os tremores, mas os dados não foram recebidos pois foi cortado o envio do sinal, por falta de pagamento. Apesar de o pagamento estar sendo feito, ainda não recebemos as informações", completa.

Mais conteúdo sobre:
tremor de terraMontes Claros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.