Mooca comemora 445 anos

Um dos bairros mais tradicionais de São Paulo, a Mooca, comemorou neste final de semana 445 anos. Os moquenses, como se definem os moradores do bairro, puderam se divertir com shows de música ao vivo, teatro de bonecos, recreação infantil, atividades para a terceira idade, praça de alimentação com pratos italianos, além de torneios esportivos e graffiti, voltados para o público jovem. Hoje, as comemorações foram encerradas com um passeio ciclístico beneficente pelas ruas do bairro. A Administração Regional, que organizou o evento em conjunto com o Grupo de Apoio à Comunidade (GAC), garante que a renda obtida será destinada às entidades socias da região. O administrador regional, Sérgio Torrecillas, informou que o slogan da festa "é da Mooca... tá limpo" tem duplo sentido: "Representa a limpeza moral e ética, e a limpeza das ruas do bairro."Segundo Torrecillas, é fundamental explorar a cultura como um atrativo para os moradores do bairro, que mostravam-se com baixa estima. Ele explicou que existem vários projetos, como o centro de convivência da terceira idade, a revitalização das praças públicas e do teatro Artur de Azevedo. "Talvez o destino da Mooca seja organizar-se como um bairro gastronômico, pois temos aqui as melhores pizzarias e cantinas italianas", disse.José Luiz Borges, idealizador de um site do bairro, afirma que os italianos têm uma influência marcante na culinária, no estilo de vida e nas festas do bairro. "Nós gostamos de comer macarronada aos finais de semana e aqui o nono é muito respeitado. É um bairro tradicional, familiar, residencial, bem localizado e seguro. Não tenho o que reivindicar. Quem mora na Mooca, sempre volta."De acordo com o presidente do Conselho de Segurança da Mooca, Roberto Pinto de Almeida, a violência tem diminuído na região. O único problema são os roubos de carros nas proximidades das universidades. Mas a taxa de homicídio é muito baixa.História - O nome Mooca originou-se do Tupi, onde os índios, curiosos com a construção de casas de taipas pelos imigrantes, exclamavam "Mo", que significa fazer e "Oca", que significa casa. A Mooca surgiu a partir de uma ponte, construída pelos jesuítas sobre o Rio Tometeri, atual Tamanduateí, em 1.556.No final do século 19 a região, que já possuía grandes casarões, começa a se desenvolver com a era industrial e com a construção da ferrovia. Na mesma ocasião, um dos fazendeiros locais, Raphael Paes de Barros, inaugurou o primeiro jóquei clube do Brasil.Atualmente, grande parte das antigas fábricas foram recuperadas e destinadas para outros fins. Habitado por 64 mil habitantes, segundo dados da Regional, o bairro preservou hábitos interioranos e um sotaque herdado dos seus ancestrais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.