Moradores ainda resistem à ordem de deixar casas

Ribeirão Máximo, Ribeirão da Onça, Ribeirão do Padre, Rio do Peixe e Baú Central foram os locais mais afetados pelos deslizamentos. Mas o resgate encontra resistência. "Não podemos constatar o perigo e se arriscar a deixar que essa pessoa se transforme em mais uma vítima fatal", afirma o capitão do Corpo de Bombeiros de São Paulo, Jefferson de Mello. Um convencimento da necessidade da evacuação da área é feito. Caso o morador ainda se recuse a deixar o local, pode ser levado contra sua própria vontade, disse o capitão."Falaram para sairmos por causa do perigo de deslizamentos, mas vamos pra onde? Temos comida aqui e nascemos aqui", defende-se o agricultor Marcelino Richarts.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.