Moradores de Caraguatatuba protestam contra obras do DER

Um grupo de 150 moradores e comerciantes de Caraguatatuba realizou um protesto na manhã deste domingo na SP 55, rodovia que liga a cidade a Ubatuba, no litoral norte paulista.Os manifestantes protestaram contra as obras que o Departamento de Estradas e Rodagem (DER) está realizando na rodovia. Com faixas eles pediam mais atenção do DER para os comerciantes e para a construção de duas rotatórias, o que garantiria o movimento no comércio local. "Vamos ter prejuízo porque desse jeito ninguém vai ter como chegar até os estabelecimentos" defendeu o comerciante Spencer Esper, proprietário de uma loja de esquadrias.O presidente da Sociedade Amigos de Bairro do Jardim Primavera, Osneu Gomes Machado afirmou que a obra está prejudicando os moradores. "Falta segurança para os estudantes e pra quem tem que atravessar a rodovia".O protesto, que teve início às 10 horas, durou meia hora. Os moradores fecharam a rodovia e os turistas que transitam entre as praias de Caraguatatuba e Ubatuba tiveram que aguardar o fim da manifestação. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual o ato não causou apenas lentidão no trânsito por 15 minutos. MotorromariaNa via Dutra, trecho do Vale do Paraíba, onde o Sindicato dos Motociclistas do Estado de São Paulo planejava realizar uma motorromaria, o trânsito permaneceu tranqüilo até o final da tarde. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, que dobrou o policiamento para impedir a motorromaria, cerca de 400 motos circularam pelo trecho da via Dutra até a cidade de Aparecida durante todo o dia, sem nenhum prejuízo ao trânsito nem aos motoristas.De acordo com informações da assessoria de imprensa do Santuário Nacional de Aparecida, o Sindicato do Motociclistas de São Paulo, enviou um fax à direção da Basílica, no último sábado, suspendendo a realização da 21ª Motorromaria. Segundo o presidente do Sindicato, Aldemir Martins de Freitas, a decisão foi tomada depois que a Polícia Rodoviária Federal proibiu a realização do evento na rodovia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.