Moradores de favela protestam contra morte de criminoso

Um grupo de cerca de 150 moradores da Favela dos Pilões, na zona sul de São Paulo, fez uma manifestação no final da noite de quarta-feira, em frente ao 95º Distrito Policial em protesto a morte de um morador da favela, suspeito de tráfico de drogas. Fábio de Souza, 24 anos, morreu após um tiroteio com policiais militares, no mesmo dia.Com lixo retirado de uma caçamba, os manifestantes fizeram uma barricada no meio da rua e ateou fogo. Antes que conseguissem fazer uma segunda barricada, policiais militares chegaram e acabaram com o protesto. Por volta das 19h30 da quarta, PMs da Força Tática do 3º Batalhão haviam entrado em conflito com um grupo de pelo menos sete supostos criminosos. O tiroteio começou depois que os supeitos abriram fogo contra a viatura da PM, no momento em que os policiais faziam uma abordagem. Durante a troca de tiros, dois bandidos foram baleados: Souza, que morreu no pronto-socorro de Heliópolis, e José Maurício da Silva, 20, internado no mesmo hospital, mas já fora de perigo. Na ação foram apreendidos um revólver calibre 38, uma pistola 7.65, 36 pedras de crack e 5 papelotes de maconha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.