Filipe Araújo/Estadão
Filipe Araújo/Estadão

Moradores de favelas movimentam R$ 68,6 bi por ano, diz Data Favela

Segundo pesquisa, houve evolução na aquisição de bens de consumo, mas moradores de comunidades estão mais endividados

Daniela Amorim, O Estado de S. Paulo

02 Março 2015 | 07h33

RIO - Os moradores das favelas brasileiras movimentam R$ 68,6 bilhões por ano, segundo uma pesquisa feita pelo instituto Data Favela, com apoio do Data Popular e da Central Única das Favelas (Cufa). O levantamento, realizado em fevereiro, considera que há 12,3 milhões de pessoas vivendo nessas comunidades em todo o País. 

Houve evolução na aquisição de bens de consumo, a reboque do aumento real do salário mínimo e do emprego formal, diz o instituto. Atualmente, 67% dos lares já são equipados com televisões de plasma, LED ou LCD. Na pesquisa anterior, realizada em 2013, 46% dos domicílios das comunidades tinham esses aparelhos.

A pesquisa também mostra elevação na aquisição de máquina de lavar roupas, carros e motocicletas. Hoje, 75% das casas têm máquina de lavar roupas, contra 69% em 2013. Além disso, 24% dos moradores possuem carro, ante uma fatia de 20% em 2013. No caso das motocicletas, a evolução foi menor: 14% dos habitantes em 2015, contra 13% em 2013.

No entanto, a pesquisa aponta que os moradores nas favelas estão mais endividados atualmente do que há dois anos: 35% das pessoas possuem dívidas atualmente, contra uma parcela de 27% de endividados em 2013. Já a fatia de inadimplentes permaneceu estável em relação ao levantamento anterior: 22% mantêm alguma conta atrasada há mais de 30 dias.

O levantamento conduzido pelo Data Favela ouviu dois mil moradores em 63 favelas de dez regiões metropolitanas: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Curitiba, Porto Alegre e Brasília.

Mais conteúdo sobre:
FavelasData Favela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.