Moradores de Porto Alegre permanecem sem água e luz mais de um dia após tempestade

Bairros mais afetados são o Centro Histórico, o Bom Fim, o Santana, a Cidade Baixa, o Menino Deus, o Rio Branco, o Floresta e o Petrópolis

Lucas Azevedo, especial para o Estadão, O Estado de S. Paulo

31 Janeiro 2016 | 16h22

PORTO ALEGRE - Um dia e meio após a tempestade que causou sérios danos na maioria dos bairros de Porto Alegre, 105 mil clientes estão sem energia elétrica - cerca de 360 mil pessoas. Destes, 196 mil continuam sem luz desde o momento do temporal, registrado por volta das 22h da sexta-feira. 

Conforme a CEEE (Companhia Estadual de Energia Elétrica), o maior problema enfrentado pelas equipes é a rede danificada por árvores. Centenas caíram sobre postes e fiações de luz, o que faz com que não haja previsão do retorno do abastecimento. Os bairros mais afetados são o Centro Histórico, o Bom Fim, o Santana, a Cidade Baixa, o Menino Deus, o Rio Branco, o Floresta e o Petrópolis. 

Para ajudar a população, alguns shoppings da capital estão disponibilizando neste domingo tomadas para que os clientes recarreguem seus celulares e redes wi-fi liberadas.

Ainda há vias bloqueadas por árvores caídas neste domingo. Segundo a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), são 11 pontos de interrupção. Além disso, a empresa contabiliza 22 semáforos desligados.   

A destruição causada pela tempestade de sexta também faz com que a programação de lazer do portoalegrense seja alterada neste domingo. As autoridades pedem que as pessoas evitem os parques, onde centenas de árvores tombaram. Muitas ainda correm o risco de desabar. Os parques Marinha do Brasil, Farroupilha, Harmonia e Moinhos de Vento foram os mais atingidos pela força dos ventos. 

Mais cedo, a Federação Gaúcha de Futebol cancelou a partida entre Inter e Ypiranga, que ocorreria às 19h30 no estádio Beira-Rio, pelo Campeonato Gaúcho.

Mais conteúdo sobre:
PORTO ALEGRERio BrancoFloresta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.