Moradores do Morro dos Macacos protestam contra morte de jovem

Vítima foi atingida durante troca de tiros entre a Polícia Militar e bandidos, e não resistiu aos ferimentos

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

23 Agosto 2014 | 11h06

 RIO - Moradores do Morro dos Macacos, em Vila Isabel, zona norte do Rio, protestaram na noite dessa sexta-feira, 22, contra a morte de José Roberto Lorena Ramos, de 28 anos. Ele foi atingido durante troca de tiros entre bandidos e agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local no fim da tarde.

Durante o protesto, moradores atearam fogo em pneus na Rua 28 de Setembro, importante via de Vila Isabel, mas foram rapidamente contidos por policiais da 20ª Delegacia de Polícia (Vila Isabel), onde as ocorrências foram registradas, e a rua foi liberada.

Segundo o Comando de Polícia Pacificadora (CPP), no fim da tarde os PMs chegaram a uma região conhecida como Favelinha para checar uma denúncia de que bandidos armados estariam no local. Houve troca de tiros e Ramos foi atingido. Ele chegou a ser levado para o Hospital do Andaraí, mas não resistiu aos ferimentos.

Depois da troca de tiros, uma viatura da UPP dos Macacos que passava pela Escadaria do Patão, na altura da localidade conhecida como Santuário, foi alvo de tiros. Houve nova troca de tiros, desta vez sem feridos. O Grupamento de Intervenções Táticas (GIT) e policiais de outras UPPs foram chamados para reforçar o patrulhamento no morro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.