Moradores fecham cidade e entram em confronto com a polícia em GO

População fechou entradas do município na manhã desta segunda-feira como forma de protesto contra a administração do atual prefeito; oito pessoas ficaram feridas

Solange Spigliatti, Central de Notícias

24 de janeiro de 2011 | 17h08

SÃO PAULO - Moradores da cidade de Santo Antonio do Descoberto, no entorno de Brasília, em Goiás, fecharam as entradas do município na manhã desta segunda-feira, 24, como forma de protesto contra a administração do atual prefeito.

 

Segundo a Polícia Militar, por volta das 6 horas de hoje, a população montou uma barricada em uma ponte, sobre o Rio Corumbá, que leva ao Distrito Federal, ateando fogo em pneus e troncos de árvores.

 

A polícia foi recebida com pedradas e garrafadas, dando início a um confronto entre os manifestantes e os policiais militares, que usaram bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo, resultando em oito feridos, entre eles quatro Pms. Outras quatro pessoas foram presas.

 

De acordo com a polícia, os manifestantes atiraram pedras contra a prefeitura e atearam fogo em um ônibus. A ponte foi liberada no início da tarde.

 

Segundo a PM, dois policiais militares que se excederam durante o confronto foram identificados e foram afastados. A Corregedoria determinou a instauração de procedimento administrativo para apurar a ação da PM.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.