Moradores interditam Raposo para pedir passarela

Moradores do bairro Ipanema do Meio,em Sorocaba, interditaram hoje cedo a rodovia Raposo Tavares, na altura do quilômetro 108, em protesto contra o atropelamentoe morte de um morador, ocorrido sábado, e para exigir a construção de uma passarela.Cerca de 80 manifestantes usaram galhos, paus e pneuspara fechar as duas pistas de rodovia. O protesto durou cerca deuma hora, formando um quilômetro de congestionamento em cadapista.A polícia rodoviária negociou com os líderes dosmoradores a liberação da estrada. Os manifestantes só deixaram arodovia depois que um representante da concessionária Via Oestecomprometeu-se a receber um grupo, durante esta semana, paradiscutir uma solução.Segundo o manifestante Amarildo Feliciano, ocorreramseis atropelamentos este ano naquele ponto da estrada. No último, morreu o morador Alexandre de Oliveira, de 16 anos, atropeladopor um automóvel na tarde de sábado, quando tentava cruzar apista. Os dois lados da rodovia são separados por uma mureta deconcreto. Segundo Feliciano, os moradores têm de cruzar aestrada para ir à escola e a estabelecimentos comerciaissituados do outro lado.A Raposo Tavares está duplicada no trecho há mais de umano, mas a única passarela de pedestres fica a quase doisquilômetros do bairro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.