Moradores pedem cassação da prefeita de Campinas

Um pedido de cassação da prefeita de Campinas, Izalene Tiene, foi protocolado na Câmara Municipal de Campinas pela Associação dos Moradores do Bairro Nova Campinas. O pedido deverá ser avaliado pelos vereadores e votado na próxima segunda-feira. Os moradores alegam que a prefeita deixou de cumprir uma ordem judicial.Em maio, a Prefeitura instalou um Centro de Atendimento Psicossocial (Cap) em uma casa do bairro para atender vítimas de psicose. Os moradores entraram na Justiça, pedindo que o centro fosse fechado sob a alegação de que o bairro é estritamente residencial. Eles obtiveram liminar que determinava o fechamento do Cap.Os moradores alegam que a prefeitura não respeitou essa liminar, e o centro continuou operando. A assessoria de imprensa de Izalene informou, porém, que a Prefeitura recorreu da decisão e, por isso, o Cap continuou com suas atividades no local. Segundo a assessoria, em nenhum momento a prefeita descumpriu ordem judicial.Na última sexta-feira, a Justiça decidiu que o centro não poderá permanecer no bairro. Mesmo assim, a prefeitura obteve 15 dias de prazo para proceder à transferência. ?Estamos obedecendo às determinações da Justiça?, afirmou o assessor de Izalene, Bill Souza.A prefeita está sendo investigada em uma Comissão Especial de Inquérito (CEI), acusada de cometer irregularidades ao emitir licenças para a instalação de um bingo no centro da cidade e de antenas celulares sobre caixas d?água municipais. Ela teria desrespeitado leis municipais que exigem a aprovação dos moradores para a instalação da antena e impedem que um bingo funcione a menos de 500 metros de outro. Os vereadores devem concluir a apuração em 15 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.