Moradores pedem prolongamento da Radial Leste em SP

Comerciantes e moradores da zona leste realizam nesta quarta-feira uma passeata para pedir ao governador Geraldo Alckmin (PSDB) que ceda à Prefeitura um trecho desativado da linha da Companhia Paulista de Trens Metropolitano (CPTM). A cessão do trecho entre as antigas Estações Parada 15 de Novembro e Guaianases permitirá que a Prefeitura estenda a Avenida Radial Leste até Guaianases. Pelo projeto, a nova avenida, com 8 quilômetros, terá corredor de ônibus, viadutos, passarelas e canteiro central arborizado. O custo da obra está orçado em R$ 15 milhões. "Será uma manifestação suprapartidária, sem conotação eleitoral", destacou o vereador Adriano Diogo (PT), um dos coordenadores do Movimento Pró-Viário. "A obra permitirá um escoamento rápido para todas as Cohabs da região e a Marginal do Tietê, por exemplo." De acordo com Diogo, o novo trecho vai eliminar algumas barreiras que separavam o centro da zona leste. "Vai atrair comércio, indústria e criar empregos." Ele informou que há um ano a prefeita Marta Suplicy (PT) vem tentando assinar esse convênio com o Estado. Os manifestantes se concentrarão às 9 horas na Igreja São Benedito, em Guaianases, e andarão até Itaquera. O secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, anunciará que a cessão da área será definida até sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.