Moradores reclamam de invasão de caramujos

Um grupo de moradores do bairro Galo Branco, em São José dos Campos, a 100 quilômetros de São Paulo, reclama que caramujos africanos estão invadindo suas casas. O problema já se arrasta por dois anos.Os moluscos somem no frio, e, na época das chuvas, geralmente durante o verão e outono, voltam a aparecer. Segundo a subprefeita, Dulce Rita Andrade Dabkiewicz, responsável pela administração do bairro, em fevereiro deste ano foi realizado um mutirão e recolhidos pouco mais de 300 quilos do caramujo. " O problema está num terreno baldio, cujo proprietário já foi notificado 16 vezes."Ela informou que a administração pública tem feito limpeza periódica no terreno e nas casas onde os caramujos se alojam. O terreno está localizado na rua Felício Nasser. A moradora vizinha ao terreno, Maria de Lurdes Abraão disse que os moluscos soltam uma líquido pastoso nos quintais e muros."A gente tem medo de que estes caramujos sejam venenosos e possam causar doenças", disse a dona de casa. A presidente da Associação de Moradores do Galo Branco, Regina de Campos, informou que os caramujos incomodam os moradores porque sobem pela parede e entram nas casas, mas até hoje não houve provas de que tivessem causado alguma doença. "Alguns reclamam de manchas na pele, mas não sabemos se é do líquido expelido pelo caramujo", disse Regina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.