Cyneida Correia
Cyneida Correia

Moraes minimiza responsabilidade do governo após onda de massacres em presídios

Nesta sexta, houve o registro de um novo massacre na Penitenciária Agrícola de Boa Vista, em Roraima, que deixou 31 de mortos

Isadora Peron, Rafael Moraes Moura e Erich Decat, O Estado de S.Paulo

06 Janeiro 2017 | 12h58

Em meio a uma sequência de massacres em presídios na Região Norte, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, tentou minimizar a responsabilidade do governo federal sobre os episódios e disse que a gestão do sistema prisional cabe aos Estados.

Segundo ele, o controle dos presídios estaduais não cabe ao governo federal e seria “impossível constitucionalmente, legalmente e financeiramente” a União substituir Estados nessa atividade. “O governo federal não tem pessoas dentro do sistema penitenciário estadual. O sistema prisional é autonomia do próprio Estado”, disse.

As declarações do ministro foram dadas durante entrevista coletiva no Palácio do Planalto, após a apresentação do plano nacional de segurança elaborado pelo governo.

Nesta sexta, houve o registro de um novo massacre na Penitenciária Agrícola de Boa Vista, em Roraima, que deixou 31 de mortos. O episódio tem sido apontado como uma retaliação do Primeiro Comando da Capital (PCC) à Família do Norte, autor das execuções no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. 



  ;

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.