Moraes queria ver concertos de música

Grande apreciador de música clássica, o fiscal de renda do Estado aposentado Tadeu Dias de Moraes, de 65 anos, embarcou no voo 447 da Air France para uma longa jornada na Europa. Sua primeira parada seria na Escandinávia, onde assistiria a uma série de concertos. "Conversei com Tadeu no sábado. Ele estava muito animado com a viagem. Falamos longamente sobre o roteiro", conta Paulo Tsakiridis, dono de uma rede de locadoras de filmes no Rio e amigo de Moraes há 32 anos.Ele lembra que, além da Escandinávia, o fiscal tinha planos de ir à Itália e à Alemanha. "Tadeu tinha o costume de viajar para a Europa, principalmente para circuitos culturais. Ele estava animado porque se aposentou há cerca de um ano e poderia aproveitar mais."Tsakiridis diz que Moraes chegou a convidá-lo para a viagem. "Mas como eu já tinha uma viagem planejada para Nova York com meus netos no fim de maio, disse a ele que não poderia ir." O fiscal chegou a cogitar a hipótese de embarcar no voo das 16 horas da Air France. "Mas ele achou melhor pegar um voo mais à noite, para que pudesse dormir melhor." Moraes era solteiro e não tinha filhos. Seu irmão, Josafá Dias de Moraes, faz parte da comissão de parentes das vítimas que acompanha o caso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.