Morre 4ª vítima da explosão em restaurante no centro do Rio

Outras duas pessoas continuam internadas em estado grave; dono de restaurante culpa distribuidora de gás pela explosão dos botijões

Priscila Trindade, Central de Notícias

19 Outubro 2011 | 17h23

SÃO PAULO - Morreu nesta quarta-feira, 19, mais uma das vítimas da explosão em um restaurante na Praça Tiradentes, no centro do Rio. Essa é a quarta vítima fatal da explosão do Filé Carioca, que aconteceu na última quinta-feira, 13.

O auxiliar de cozinha do estabelecimento, de 28 anos, morreu por volta das 12h15. Ainda não há informações sobre as causas da morte. Segundo a Secretaria municipal de Saúde, outras duas pessoas continuam internadas em estado grave. Uma mulher está no CTI do Hospital Souza Aguiar, no centro, e um homem está no Hospital Miguel Couto, na zona sul.

A polícia acredita que o gás de cozinha vazou e se acumulou durante toda a quarta-feira, feriado, quando o restaurante ficou fechado. Na quinta, quando os funcionários começavam o turno, uma faísca ou cigarro pode ter causado a explosão. Dezesseis pessoas ficaram feridas. A área no entorno da praça foi isolada e passou por perícia.

O empresário Carlos Rogério do Amaral, dono do restaurante Filé Carioca, prestou depoimento no dia 17, na 5a DP. Na ocasião, ele culpou a distribuidora de gás SHV pela explosão dos botijões.

Mais conteúdo sobre:
explosãomorterestauranterio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.