Morre a mulher mais velha do Brasil

A professora aposentada Maria Rita de Menezes, considerada a mulher mais velha do Brasil, com 114 anos, morreu, nesta segunda-feira à noite, vítima de insuficiência respiratória, na Santa Casa de Tatuí, região de Sorocaba, no interior do Estado de São Paulo. Ela faria 115 anos em setembro. O corpo foi velado no Velório Municipal e sepultado nesta terça-feira no Cemitério Cristo Rei. Maria Rita nasceu em 1888, um ano antes da proclamação da República, no Município de Areias, no Vale do Paraíba. Passou a infância entre escravos libertos. Conservou-se lúcida até alguns dias antes da morte, quando suas condições de saúde pioraram. Casou-se duas vezes e teve quatro filhos. Deixa 15 netos, 29 bisnetos e 20 tataranetos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.