Google Street View/Reprodução
Google Street View/Reprodução

Morre a terceira vítima da queda do Globocop no Recife

Miguel Brendo Pontes Simões, de 21 anos, estava internado no HR desde o último dia 23 de janeiro

Ana Paula Niederauer, O Estado de S.Paulo

01 Fevereiro 2018 | 14h31

O operador de vídeo Miguel Brendo Pontes Simões, de 21 anos, morreu por volta das 10h30 desta quinta-feira,1°, no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, região central do Recife. Ele era o único sobrevivente da queda do Globocop, no dia 23 de janeiro, na Praia do Pina (PE).

Na queda da aeronave, que prestava serviços para a TV Globo, morreram o piloto Daniel Galvão, de 36 anos, e a controladora de voo, Lia Maria Abreu de Souza, de 34 anos. 

Segundo informações do Hospital Restauração,o jovem estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo há nove dias e nas últimas 48 horas havia apresentado piora no quadro neurológico.

Ele sofreu fratura em várias regiões do corpo com o impacto do acidente e morreu em virtude de um politraumatismo. 

 

Mais conteúdo sobre:
acidente aéreo helicóptero Recife [PE]

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.