Morre agente de saúde. Há suspeita de dengue

O corpo da agente de saúde Luciene Barbosa Ferreira, de 31 anos, que morreu ontem foi velado hoje em São Gonçalo, no RJ. A agente trabalhava no combate ao mosquito Aedes aegypti. Quinta-feira, ela foi internada com febre alta, dores pelo corpo e vomitando sangue. Médicos atribuíram a morte à pneumonia. A família suspeita de dengue hemorrágica e pediu uma autópsia. O resultado ainda não foi divulgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.