Morre aos 65 anos o criador da bandeira LGBT

Gilbert Baker tornou-se mundialmente famoso com bandeira que desenhou nos anos 1970

O Estado de S.Paulo

01 Abril 2017 | 04h12

WASHINGTON - Gilbert Baker, criador da bandeira arco-íris, símbolo da comunidade LGBT, morreu aos 65 anos nesta sexta-feira, 31, em Nova York. 

Nascido no Kansas em 1951, Baker entrou para o Exército em 1970 e foi morar em São Francisco em plena época de efervescência do movimento pelos direitos civis e das mulheres, assim como reivindicações dos direitos dos homossexuais.

Após deixar o Exército em 1972, Baker ficou em São Francisco, onde começou uma carreira como artista que teve a bandeira do arco-íris (1978) sua criação mais célebre e que se converteu também em um símbolo recorrente de sua obra. 

O símbolo foi desenhado no desfile do orgulho gay em 1978 quando foi eleito o primeiro representante declaradamente homossexual nos Estados Unidos. Harvey Milk, o representante da causa, pediu a Baker um símbolo para representar o grupo. 

Desde sua criação, a bandeira do arco-íris tornou-se um símbolo em todo o mundo em prol dos direitos dos homossexuais, transexuais e bissexuais. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.