Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Morre aos 98 anos Dom José Maria Pires, o arcebispo mais idoso do Brasil

Pires era conhecido com 'Dom Pelé' e ficou à frente da Arquidiocese de 1966 a 1995

O Estado de S.Paulo

28 Agosto 2017 | 09h53

O arcebispo emérito da Paraíba, Dom José Maria Pires, de 98 anos, morreu neste domingo, 27, após complicações causadas por uma pneumonia. Ele estava interado em um hospital de Belo Horizonte (MG).  

Nascido em 1919, Pires era conhecido com 'Dom Pelé' e ficou à frente da Arquidiocese de 1966 a 1995. Em nota, a Arquidiocese da Paraíba lamentou o falecimento do religioso. Ainda não há informações sobre o velório e o sepultamento do religioso. 

O arcebispo teve atuação na defesa dos direitos humanos durante o período de ditadura militar. Mediou ainda conflitos por terra na Paraíba e lutou contra a discriminação e o racismo.

"A igreja perde, neste domingo em que comemoramos o Dia do Catequista, um grande pastor. Dom José foi um dos catequistas mais ativos e humildes à frente do seu rebanho, e que soube impor a sua voz, sempre que necessário, em defesa dos menos favorecidos", diz o arcebispo metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson.

"O ‘Dom Pelé’ faz a sua passagem deixando em nós o exemplo de como ser Igreja, de como estar à frente do Povo de Deus. Descanse em paz, Dom José! Temos a certeza de que, crentes na ressurreição, ao lado do Pai, o senhor agora vai abençoar do Céu todos os que fazem a Arquidiocese da Paraíba”, afirma o arcebispo Delson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.