Morre bebê de mãe assassinada em MG

O bebê de Cristiane da Silva, assassinada pelo namorado na noite de terça-feira, que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Hospital Universitário Clemente Faria, em Montes Claros, morreu ontem. O bebê foi retirado no sétimo mês de gestação e morreu de insuficiência respiratória. Quando foi assassinada, aos 24 anos, Cristiane estava grávida de gêmeos. Segundo médicos, o outro filho já estava morto na barriga dela. O crime teria sido motivado por ciúmes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.