Morre bebê jogado pela mãe em rio em Contagem

A recém-nascida abandonada no Ribeirão Arrudas, em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte, morreu ontem à noite. A menina, batizada de Michelle pelos médicos da Maternidade Municipal de Contagem, estava internada desde o domingo, quando foi encontrada por moradores da região.A Polícia Civil colheu ontem novos depoimentos, inclusive da menina Brenda Martins, de 9 anos, e de sua mãe, Vaneide Martins dos Santos. Brenda foi a primeira a avistar a recém-nascida nas águas poluídas do Arrudas. Em princípio, achou que se tratava de uma boneca. A mãe da recém-nascida, Elisabete Cordeiro dos Santos, de 25 anos, que confessou ter jogado a filha no ribeirão após tomar abortivos, está presa. A avó do bebê, Maria Cordeiro dos Santos, disse em depoimento que não sabia da gravidez da filha. EXAMEO delegado responsável pelo inquérito, Anderson Pires Bahia, pediu exame de sanidade mental de Elisabete para comprovar se ela passou por um processo de depressão pós-parto. Nesse caso, o indiciamento por tentativa de homicídio pode ser substituído por infanticídio, cuja pena prevista é menor.Ainda ontem, a menina havia sido submetida a uma nova avaliação neurológica, que não constatou reação à retirada da sedação. Anteontem, os médicos haviam diagnosticado um "edema cerebral difuso importante" e decidiram que ela devia permanecer na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal da maternidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.