Morre bebê que teria sido baleado pela própria mãe

O bebê Brendo Pantoja de Souza, de um ano, morreu em conseqüência de um tiro à queima-roupa supostamente desferido pela própria mãe, a dona de casa Wanda Pinheiro Pantoja, de 18 anos.A criança estava internada em estado grave desde domingo, quando, motivada por ciúmes do marido, o vigilante Francisco Braz de Souza, ela teria atirado no bebê.O caso chocou até mesmo os policiais mais experientes de Manaus. Segundo testemunhas, Wanda tinha constantes crises de ciúme e sempre ameaçava fazer ?uma loucura? para intimidar o marido.Francisco, de 22 anos, também está sendo indiciado no inquérito que apura da morte do bebê, nesta segunda-feira à noite. A arma, que não tinha registro, era dele. A mãe da criança prometeu apresentar-se nesta quarta-feira para prestar depoimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.