Morre cabo do Bope que reagiu a roubo

O cabo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) Ênio Roberto Santiago, de 38 anos, baleado na cabeça na manhã de anteontem ao tentar impedir que um casal tivesse seu carro roubado na Tijuca, zona norte do Rio, morreu na tarde de ontem. Ele trabalhava na segurança do ex-comandante do Bope, Alberto Pinheiro Neto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.