Morre Dulce Figueiredo, no Rio, aos 83 anos

RIO

, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2011 | 00h00

Dulce Figueiredo, viúva do general João Baptista Figueiredo, último presidente do regime militar (1979-1985), morreu ontem aos 83 anos, no Rio. De acordo com familiares, Dulce estava com um câncer. Ela foi primeira-dama do Brasil entre 1979 e 1985 e ficou viúva em dezembro de 1999.

Até o fechamento desta edição, não foram divulgadas informações sobre o velório e o enterro. Segundo um familiar, ela será enterrada no mausoléu da família, no cemitério São Francisco Xavier, no Caju.

Dulce e Figueiredo se conheceram na Tijuca e casaram-se em 1942. Tiveram dois filhos. O ex-presidente morreu 1999, aos 81 anos, de parada cardíaca, em virtude de uma crise renal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.