Morre em Recife fundador do 'Galo da madrugada'

Enéas Freire morreu depois de complicações por causa de uma cirúrgia feita na semana passada

da Redação, estadao.com.br

09 de junho de 2008 | 11h04

Morreu na madrugada desta segunda-feira, 9, aos 86 anos, Enéas Freire, o fundador do 'Galo da Madrugada, um dos blocos de carnaval mais famosos do País. Ele foi internado na terça-feira passada, 3, para colocar uma prótese no joelho.   Após a cirurgia, Freire apresentou complicações e nesta segunda-feira sofreu uma parada cardiorrespiratória. Segundo a família, o sepultamento deve ocorrer na tarde desta segunda, em Recife. O 'Galo da Madrugada' foi considerado pelo Guinness Book, o livro dos recordes, o maior bloco de carnaval do mundo.   Apaixonado pelo carnaval desde criança, quando já costumava acompanhar troças e blocos que desfilavam pelas ruas do bairro de São José, onde nasceu, na área central do Recife, Enéas fundou o Galo  em 1978 para manter viva a tradição do carnaval de rua que estava se descaracterizando. Desde então a agremiação só fez crescer e em 1995 entrou para o Guiness Book como a maior do planeta, por reunir um milhão de pessoas no seu desfile no sábado de carnaval.   Enéas era casado com uma também carnavalesca, Maria do Carmo Travassos, fundadora do Bloco das Ilusões, com quem teve quatro filhos. Ele trabalhava atualmente na construção da nova sede do Galo.

Tudo o que sabemos sobre:
carnaval'Galo da Madrugada'

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.