Morre estudante ferido por rivais em Sorocaba

O estudante Alexandre Taques Christ, de 17 anos, ferido com um tiro na cabeça, no último dia 6, em Sorocaba, durante um confronto de dois grupos de jovens da classe média, morreu nesta quinta-feira em um hospital da cidade.Os grupos rivais, com cerca de 12 jovens, entre eles menores de idade, desentenderam-se no interior de uma casa noturna, durante a madrugada. Christ foi baleado na Avenida Barão de Tatuí, onde os integrantes dos grupos, em vários carros,encontraram-se depois de sair da danceteria, às 5h30 da manhã. A avenida, próxima do centro, com bares e casas noturnas, é ponto de encontro de jovens. A polícia apurou que o estudante estava no Pálio Weekend prata, placas CYD-6595, de Sorocaba, quando o veículo foi fechado pelos ocupantes de um Ford Ka e de um Monza. Nos dois carros estavam integrantes do grupo rival. Os passageiros do Pálio foram obrigados a descerem. O estudante César Henrique Cremo Palazo, de 18 anos, dono do veículo, foi ferido com coronhadas. Como Christ se negava a sair do carro, um dos integrantes dooutro grupo apontou um revólver em sua direção e disparou. A bala atingiu a cabeça. O estudante foi levado ao pronto-socorro do Hospital Regional e transferido para o HospitalUnimed. Ele estava com morte cerebral desde terça-feira. Seu corpo foi sepultado no Cemitério Pax. A família, revoltada, quer que a polícia apresse as investigações para que os culpados sejam punidos. O delegado Júlio Gustavo Guebert, responsável pelo caso, informou que o autor do disparo e os demais integrantes dogrupo agressor já foram identificados. Os nomes não estão sendo divulgados porque alguns dos envolvidos ainda não foram localizados pela polícia. A arma usada no crimenão foi encontrada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.