Morre homem que ateou fogo ao corpo em frente ao Palácio do Planalto

Depois de ter ateado fogo ao próprio corpo em frente ao Palácio do Planalto, na última terça-feira, o desempregado José Antônio Andrade de Souza, 30 anos, faleceu neste domingo, informou o Hospital Regional da Asa Norte (HRAN). ?A situação dele era muito grave, com 85% do corpo atingido por queimaduras de segundo e terceiro grau, e o falecimento já era uma hipótese prevista desde o internamento no dia 13?, disse o chefe da equipe do HRAN, Delmyr Ferreira.O corpo de Andrade de Souza foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para a realização do exame de necrópsia. Durante o período em que ficou internado, o desempregado, que queria uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, passou por duas cirurgias e ia se submeter a uma terceira nesta segunda-feira. ?Logo que chegou aqui, ele estava consciente e conversava normalmente?, disse o chefe de equipe do HRAN.Internado no apartamento 308 da unidade de queimados, Andrade de Souza vinha se alimentando por via oral e sonda. De acordo com a assessoria de imprensa do HRAN, o desempregado era da cidade de Cariacica, no Espírito Santo, e já havia tentado o suicídio por duas vezes. No dia em que ateou fogo ao corpo, Andrade de Souza declarou que estava sendo perseguido pela Polícia Militar. ?Estou tendo problemas?, disse na ocasião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.