Morre homem queimado durante briga em Curitiba

O guardador de carros Ricardo de Araújo, de 45 anos, que tinha sido queimado na madrugada de segunda-feira, morreu hoje no Hospital Evangélico, em Curitiba, onde estava internado. Segundo testemunhas ouvidas pela Delegacia de Homicídios, Araújo teria brigado com outro homem, que morava com ele um cortiço. Depois de discutirem no quarto, eles saíram para a rua. O assassino, identificado apenas como "Negão", teria jogado álcool e um fósforo aceso em Araújo. A vítima foi internado com cerca de 95% do corpo queimado. O outro homem ainda não foi encontrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.