Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Morre Klobert Carrijo Ribeiro Firmino, funcionário do Grupo Estado, vítima de covid-19

Na empresa desde 2013, Firmino tinha apenas 31 anos e era analista de informação na equipe de estratégias digitais; familiares e amigos lamentam a perda

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de março de 2021 | 14h01

Com apenas 23 anos, Klobert Carrijo Ribeiro Firmino chegou ainda jovem ao Grupo Estado em abril de 2013, onde começou atuando como analista de tráfego de call center. Em 2019, foi promovido a analista sênior de CRM (área que cuida do relacionamento com o cliente). Atualmente, ele ocupava a posição de analista sênior de BI (business intelligence) na equipe de estratégias digitais. 

Na terça-feira, 16, a notícia de sua morte - com apenas 31 anos - provocou tristeza entre familiares, amigos e colegas de trabalho. Vítima de covid-19, Firmino estava internado desde quarta-feira passada, 10. O enterro será realizado na tarde desta quarta-feira no Cemitério Dom Bosco, em Perus, na zona norte de São Paulo.

Entre os familiares e amigos pessoais, ele se destacava por ser carinhoso, brincalhão, excelente marido e filho que dava orgulho aos pais. Deixa entre suas muitas paixões, a mulher, Ana Paula Firmino Carrijo, e os pais Carlos Ribeiro e Rose Carrijo. 

No trabalho, o garoto que se apresentou muito tímido no início foi mostrando sua capacidade e desempenho, crescendo e conquistando seu espaço dentro da empresa. Segundo colegas de equipe, sempre muito dedicado e executando com amor sua profissão. Tendo contato frequente com a operação de atendimento, fez muitos amigos e era querido por todos.

Bastante religioso, também se dedicava ao grupo musical da igreja que frequentava. 

A diretoria executiva do Grupo Estado manifesta profundo pesar e se solidariza com todos os familiares, colegas de equipe e amigos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.