Morre mais um manifestante que caiu de viaduto em Belo Horizonte

Luiz Felipe Aniceto de Almeida, de 22 anos, participava de protesto quando sofreu o acidente; outro jovem de 21 anos morreu no mesmo local

Marcelo Portela, O Estado de S. Paulo

12 Julho 2013 | 12h08

BELO HORIZONTE - Mais uma pessoa morreu em decorrência das manifestações realizadas em Belo Horizonte durante o mês de junho. Luiz Felipe Aniceto de Almeida, de 22 anos, que caiu do Viaduto José Alencar durante protesto, teve a morte confirmada no fim da noite de quinta-feira, 11, no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII (HPS). Ele estava internado desde 22 de junho, quando sofreu o acidente. No dia 27, o metalúrgico Douglas Henrique Oliveira, de 21 anos, morreu depois de cair no mesmo local.

Aniceto caiu do viaduto, na Pampulha, durante confronto entre um grupo que participava do protesto e policiais militares que faziam a proteção do Estádio Governador Magalhães Pinto, o Mineirão. Na ocasião, a arena recebida jogo entre Japão e México pela Copa das Confederações organizada pela Fifa. O local foi palco de pelo menos mais dois confrontos, durante os quais outros cinco jovens também caíram do viaduto.

O metalúrgico Douglas Henrique de Oliveira sofreu queda enquanto o Brasil enfrentava o Uruguai em uma das semifinais do evento, no dia 26. Ele também foi encaminhado ao HPS, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na mesma noite. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte.

No caso de Aniceto, o rapaz havia sido socorrido com fraturas nos dois braços e nas duas pernas, além de vários outros ferimentos. Ele foi submetido a cirurgias e respirava com a ajuda de aparelhos até a noite de quinta-feira, quando não resistiu mais. O rapaz deixou uma filha pequena.

Além de Oliveira e Aniceto, também caíram do viaduto durante os confrontos Daniel de Oliveira Martins, de 28, Caio Augusto Lopes, de 17, Gustavo Magalhães Justino, de 19, e Nathália Nascimento Dantas, de 21. Nenhum deles corre risco de morte.

Mais conteúdo sobre:
protestos belo horizonte viaduto

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.