Morre menina que teria sido agredida pelo namorado da mãe

Mãe teria saído para trabalhar e deixado a filha sob os cuidados do acusado; menina estava inconsciente e com parada cardiorrespiratória ao dar entrada em hospital na Penha

Marília Lopes, Central de Notícias

08 de fevereiro de 2011 | 10h54

SÃO PAULO - Morreu a menina de 9 meses que estava internada desde sábado, 5, no Hospital Getúlio Vargas, na zona norte do Rio de Janeiro. Ela teria sido agredida pelo namorado de sua mãe, que está preso, e morreu ontem, 7, por volta das 17h40, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

 

O caso foi registrado no 22º Distrito Policial, na Penha, zona norte da cidade, onde a mãe criança prestou queixa. Ela contou que saiu para trabalhar no sábado e deixou a filha sob os cuidados do namorado. Pouco depois, recebeu um telefonema informando que a filha havia sido internada.

 

A menina deu entrada no hospital inconsciente e com parada cardiorrespiratória. A criança foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), segundo o qual, o rapaz disse que ela teria desmaiado após tomar uma mamadeira. Ela estava internada no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital e tinha hematomas e hemorragia no cérebro.

Tudo o que sabemos sobre:
assassinatorioagressãocriançaPenha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.