Morre menino baleado em tiroteio durante assalto a shopping no Rio

Segurança do local também morreu ao ser atingido na cabeça; outras quatro pessoas ficaram feridas

Marília Lopes e Ricardo Valota, Central de Notícias

11 de fevereiro de 2011 | 13h20

SÃO PAULO - Morreu nesta sexta-feira, 11, o menino de 7 anos baleado durante uma tentativa de assalto seguida de tiroteio dentro do Shopping PátioMix, localizado na Vila Ibirapitanga, em Itaguaí, Região Metropolitana do Rio. Lucas dos Santos Ouverney foi baleado na região da virilha e no pé durante o tiroteio.

 

Ainda na madrugada outra vítima morreu. O segurança do shopping Alexandre Silvério, de 36 anos, foi atingido na cabeça. Ele chegou a ser encaminhado ao Hospital São Francisco Xavier, mas não resistiu aos ferimentos. Outras quatro pessoas ficaram feridas.

 

O tiroteio aconteceu por volta das 20 horas de ontem. Armados de pistolas, três assaltantes dirigiram-se até a Maiza Joias. Um quarto assaltante, o único preso, ficou no estacionamento, em uma moto, e acabou baleado no rosto em confronto com a polícia durante a fuga. Com ele foi apreendida uma pistola calibre 40, furtada de um policial militar.

 

Segundo policiais da 50ª Delegacia, de Itaguaí, que já assistiram às imagens da tentativa de assalto, o tiroteio dentro do shopping começou após um dos bandidos desconfiar de um dos clientes, um policial militar, que estava próximo da joalheria. À paisana, porém armado, o PM, que trabalha na Secretaria de Segurança Pública, não chegou a intervir na ação dos criminosos, mas levantou suspeita e foi abordado por um deles, tendo início o confronto.

 

Além de Lucas, ficaram feridos o pai dele, Isaías Ouverney Machado, de 38 anos, atingido no peito; Francisca Rodrigues Esmeraldina, de 37, vendedora de uma loja próxima, ferida nas costas; e um outro cliente do shopping, identificado como Leonardo da Silva Pereira, de 28 anos, ferido de raspão na testa

 

Os três bandidos que participaram do tiroteio fugiram sem levar nada. Dois deles deixaram o prédio numa segunda moto. Segundo a polícia, o suspeito preso, Adílio Portugal Silva, de 28 anos, mora no Morro do Escondidinho, favela localizada no Rio Comprido, zona norte do Rio, ocupada na semana passada e que receberá uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.