Morre mulher resgatada em acidente com helicóptero em Porto Seguro (BA)

Três pessoas ainda estão desaparecidas, entre elas Mariana Noleto, namorada do filho do governador do Rio

Ricardo Valota - Estadão.com.br,

18 de junho de 2011 | 08h49

São Paulo, 18 - Morreu, na manhã deste sábado, 18, no Hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães, Fernanda, de 35 anos, a única sobrevivente, até então, da queda de um helicóptero Esquilo prefixo PR-OMO próximo à praia de Itapororoca, no distrito de Trancoso, na cidade de Porto Seguro, sul da Bahia, por volta das 18h45 de sexta-feira, 17.

Fernanda, é irmã de Jordana Kfuri Cavendish, que também morreu com a queda da aeronave. Segundo as equipes de busca que auxiliam a Capitania dos Portos de Porto Seguro, três dos sete ocupantes do helicóptero ainda estão desaparecidos, entre eles Mariana Noleto, namorada de Marco Antônio Cabral, filho do governador do Rio, Sérgio Cabral.

O filho do governador escapou pois iria no voo seguinte. Já Sérgio Cabral, teria embarcado em um voo anterior. As outras vítimas que morreram são: o filho de Jornada, Lucas, a babá dele, outra criança, além do piloto, o empresário Marcelo Almeida, sócio de um resort.

A aeronave decolou do aeroporto da cidade com destino ao condomínio de luxo Jacumã Ocean Resort, na Fazenda Jacumã, ao norte da praia do Outeiro, ainda no distrito de Trancoso. Além do filho de Sérgio Cabral, o marido de Jordana, Fernando Cavendish, também não embarcou no helicóptero, pois já estava lotado. Chovia e havia neblina no momento do acidente segundo as autoridades locais.

Tudo o que sabemos sobre:
acidentehelicóptero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.