Morre no Rio o ator Cláudio Cavalcanti

Artista também era secretário municipal de Defesa dos Animais do Rio de Janeiro

Clarissa Thomé, o Estado de S.Paulo,

29 Setembro 2013 | 21h33

O ator Cláudio Cavalcanti morreu no fim da tarde de hoje aos 73 anos. Ele estava internado desde o dia 16 no Hospital Pró Cardíaco. 

Cavalcanti passou por cirurgia de coluna no dia 24 por conta de falência de uma vértebra, mas teve complicações cardiológicas. Ele esteve sedado desde então.

O cardiologista Carlos Eduardo Menna Barreto, que era genro do ator, explicou ao site do canal de televisão GNT que Cavalcanti, após a cirurgia, sofreu um choque cardiogênico, em que há redução da capacidade de o coração bombear o sangue para o organismo. Com isso, há queda da pressão arterial e inadequada irrigação dos tecidos do organismo. Nos últimos dias, o quadro do ator evoluiu para insuficiência renal e, então, a falência múltipla dos órgãos. 

Cláudio Cavalcanti era ainda Secretário Especial de Promoção e Defesa dos Animais. 

Mais conteúdo sobre:
BrasilCláudio Cavalcanti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.