AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Morre professora que recebeu órgãos de Fromer

Morreu hoje, às 16 horas, a professora universitária Maria Estela de Lorena Fernandes Buono, de 53 anos, que recebeu um rim e o pâncreas do guitarrista dos Titãs, Marcelo Fromer. Até as 19 horas, o corpo não havia passado por necrópsia para identificar a causa da morte. Na quarta-feira, o marido da professora, Carlos Rogério Buono, disse que a notícia do transplante foi como "ganhar na loteria". Hoje a família não quis comentar a perda. Os demais pacientes transplantados passavam bem.De acordo com médicos do Hospital BeneficênciaPortuguesa, Maria Estela apresentou queda acentuada de pressão e dos leucócitos - glóbulos brancos - no sangue. Isso pode indicarsepticemia (infecção generalizada) ou queda da resistência por causa da medicação usada para evitar a rejeição dos órgãos transplantados. A definição ainda depende de exames.Segundo os especialistas, até ontem ela estava bem e deveria ter retirada a respiração mecânica. Rim e pâncreas funcionavam satisfatoriamente. A situação complicou-se à noite, rapidamente.Reimplante - Os problemas começaram na sexta-feira, quando o rim teve de ser reimplantado porque Maria Estela, diabética, tinha uma deficiência na artéria ilíaca esquerda, quenão conseguiu irrigar satisfatoriamente o rim e a perna esquerda. O órgão foi retirado e reimplantado após a substituição de sua artéria pela retirada de Fromer. A cirurgia foi considerada um sucesso.Os médicos disseram, na quarta-feira, que o transplante foi a melhor coisa que poderia ter acontecido à paciente. Maria Estela tinha diabete tipo 1 e problema renal crônico. Ela será velada na Beneficência Portuguesa.A professora preparava-se para a sessão semanal dehemodiálise, por volta das 13 horas de quarta-feira, quando foi informada pelo hospital sobre a possibilidade do transplante duplo. Só soube às 20 horas o nome do doador, o músico morto em atropelamento sofrido na segunda-feira, nos Jardins, quando fazia cooper.Quarto - O metalúrgico Mário Varjão de Oliveira, de 51 anos, que recebeu o coração de Fromer, deveria ir para o quarto hoje à noite, segundo o cardiologista José Pedro da Silva, daBeneficência Portuguesa. Ele vem apresentando evolução excelente. De acordo com boletins médicos divulgados pela Assessoria de Imprensa do Hospital das Clínicas, os três pacientes transplantados que estavam internados tinham bom estado de saúde.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.