Morre quarta vítima do acidente com avião da FAB

O 2º tenente Willian Toshiaki Nishibe é a quarta vítima da queda de um avião Bandeirante, da Força Aérea Brasileira (FAB), na última quinta-feira, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. Ele morreu ontem no Hospital Cajuru, em Curitiba, onde estava internado. Segundo nota divulgada no dia do acidente pelo Comando da Aeronáutica, o tenente fazia parte de uma equipe de Visita de Assistência Técnica. O avião levava militares e alguns parentes deles.Dos 16 ocupantes do avião da FAB, quatro ainda permanecem internados em hospitais de Curitiba. No Cajuru estão a filha do tenente Nishibe, Amanda, e sua mulher, Valdeci. Amanda é a que está em situação mais grave. No Hospital Geral do Exército estão o piloto da aeronave, capitão Gláucio Otaviano Guerra, que passou por uma cirurgia na coluna vertebral, e o sargento Odair Silva de Almeida.O Comando da Aeronáutica ainda apura as causas do acidente com o avião, que tinha saído de Campo de Marte, em São Paulo, e tinha uma parada prevista no aeroporto de Florianópolis (SC). No entanto, o piloto pediu autorização para pousar no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, em razão de pane em um dos motores. O avião caiu a poucos quilômetros do aeroporto. No momento da queda morreu a passageira Cláudia Stanganelly, mulher do piloto. Mais tarde morreram o co-piloto, tenente Toni Gonzaga de Brito, e a passageira Maria Cristina Batista Lima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.