Morre segunda vítima de explosão em estaleiro no Rio

Quatro pessoas ficaram feridas na explosão no estaleiro da Control; vidros de prédios vizinhos quebraram

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

17 Julho 2009 | 09h58

Morreu na manhã desta sexta-feira, 17, a segunda vítima da explosão em um estaleiro em Niterói, no Rio, ocorrido na tarde desta quinta-feira, 16. O homem identificado apenas como João Batista foi internado no Hospital Miguel Couto, em estado grave, com múltiplas queimaduras. Ele morreu por volta das 8 horas desta sexta. A explosão no estaleiro Control deixou dois mortos e quatro feridos.

 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, havia acúmulo de gás no tanque de combustível de uma chata, que acabou explodindo, no início da tarde, por causa de uma fagulha. Vizinhos contaram ter ouvido duas grandes explosões.

 

A chata estava em um dos deques do estaleiro, que presta serviço de abastecimento em embarcações, e as chamas atingiram rapidamente um galpão. O deslocamento de ar chegou a estilhaçar vidros de prédios vizinhos.

Mais conteúdo sobre:
explosão estaleiro Niterói

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.