Morre um dos homens que ficou preso em tanque de gelo

Carlos Acássio de Souza, de 38 anos, filho do dono peixaria Santa Paula, em São José do Rio Preto, no interior do Estado, morreu no final tarde desta quarta-feira após ter ficado preso por quatro horas e meia em um grande reservatório de gelo da peixaria. O funcionário da peixaria Rodolfo Chaves, de 19 anos, que também ficou preso, está internado em estado grave no hospital.O acidente ocorreu quando Chaves fazia a manutenção no reservatório. Ele se desequilibrou e caiu de uma altura de seis metros. Souza viu o acidente com o funcionário e foi tentar socorrê-lo. Porém, ele também perdeu o equilíbrio e caiu dentro do poço de gelo. Os bombeiros foram chamados para o local e teve início um longo resgate. Durante todo o tempo, o funcionário reclamava com os bombeiros do frio e de dores por todo o corpo. Já Souza não conseguia sequer falar.O trabalho de resgate foi dificultado por causa da grande quantidade de gelo que cobriu os dois homens, além da espessa parede de concreto, de 15 centímetros, e um isolamento à base de madeira e isopor existentes no tanque. Os bombeiros conseguiram romper a lateral do poço e fizeram o resgate, depois de as vítimas terem permanecido por mais de quatro horas e meia dentro do poço, a uma temperatura de zero grau.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.