Morrem mais três bebês com infecção hospitalar no Rio

Mais três bebês morreram hoje vítimas de infecção hospitalar no Rio de Janeiro. Os óbitos ocorreram na Maternidade Leila Diniz, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) confirmou as mortes e informou que houve um surto de infecção hospitalar entre os dias 3 e 5 de maio na maternidade. Exames de sangue indicaram que oito bebes foram infectados pela bactéria Klebsiella . Segundo a SMS, os pacientes foramisolados e medicados, cinco crianças ainda estão internadas, informa a Agência Brasil. As internações de bebês na unidade de terapia intensiva (UTI) foram suspensas. Gestantes que necessitam de maiores cuidados são encaminhas a outras unidades.O surto de infecção teria sido causado por um vazamento de esgoto num loteamento vizinho ao hospital. A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (CEDAE) divulgou nota oficial informando que "a água fornecida à Maternidade Leila Diniz está dentro dos padrões de potabilidade estabelecidos pela legislação." Esse é segundo caso de mortes de bebês por infecção hospitalar registrado no município, nos últimos 15 dias. O primeiro caso envolveu a morte de 14 bebês, que receberam soro contaminado com a bactéria enterobacter, presente no intestino. Os corpos destas crianças estão sendo exumados a pedido da Delegacia de Repressão a Crimes contra a Saúde Pública. A polícia quer saber se as mortes foram causadas por infecção generalizada causada por bactérias e se as criançastinham outras doenças. O resultado da exumação deve sair em 20 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.