Morte de bandidos era inevitável, diz Alckmin

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse que não havia como evitar a morte dos 12 bandidos na manhã de hoje, em confronto com a polícia na rodovia Senador José Ermírio de Moraes. Segundo Alckmin, a ação era inevitável por tratar-se de uma quadrilha muito grande, com mais de 15 pessoas armadas.Para o governador, no dia em que os criminosos se renderem, com certeza não haverá mortes. O que não pode haver é confronto. "Estamos em guerra contra o crime e a polícia de São Paulo venceu mais uma batalha importante contra organizações criminosas", disse Alckmin, que admite que a polícia de São Paulo está melhorando a imagem da instituição. "Está havendo uma grande virada. A polícia está trabalhando integrada; civil e militar. Os casos estão sendo esclarecidos e os criminosos estão sendo presos. Isso é fundamental porque é a impunidade que estimula o crime".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.