Morte de garimpeiro provoca troca de acusações

O presidente da Cooperativa dos Mineradores e Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp), José Amaro Lepos, foi acusado nesta sexta-feira por um grupo de garimpeiros adversários de ter responsabilidade na morte, na última quarta-feira, de José Mendes, um dos líderes daquele garimpo.Eles afirmam que Lepos tinha interesse na morte de Mendes porque a vítima vinha lutando para afastá-lo da cooperativa. "Quero que a polícia investigue o crime, mas nada tiver a ver com isso", rebate Lepos. Para ele, a acusação parte de pessoas ligadas ao garimpeiro Luiz da Mata, seu rival na luta pelo comando da entidade.O delegado Othon Henrique Dias, responsável pelo inquérito, informou já ter intimado diversos garimpeiros a prestar depoimento sobre o crime. O sepultamento de José Mendes ficou de ser realizado na tarde desta sexta-feira em Curionópolis, onde ele morava.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.